DBA x DA

Administração de Bancos de Dados (DBA)
Vs
Administração de Dados (DA)

Cabe à administração de dados (AD) - guiada por certos princípios e através de atividades de planejamento, organização e controle dos dados corporativos - gerenciar dados como recursos de uso comum da Empresa, promovendo-lhes os valores de autenticidade, autoridade, precisão, acessibilidade, seguridade e inteligibilidade.

O AD tem como missão o planejamento central, a documentação e o gerenciamento dos dados a partir da perspectiva de seus significados e valores para a Organização como um todo.

O objetivo principal da administração de dados é planejar, documentar, gerenciar e integrar os recursos de informação corporativos. Esta integração pode ser alcançada através de uma combinação de perfis refinados e técnicas apropriadas, uso apropriado das ferramentas de Administração de Dados tais como um repositório de metadados e produtos de modelagem CASE, e estruturas de dados logicamente desenhadas.

A função de AD diferencia-se da função de Administração de Banco de Dados (DBA) porque se dedica mais aos dados em si do que aos meios físicos onde são armazenados, acessados e distribuídos. Na verdade, há um enfoque maior nas informações constantes nos dados.

Segurança acima de tudo O DBA tem a responsabilidade de projetar o armazenamento de dados de forma a atender às necessidades de acesso, sempre tendo em vista o modelo conceitual de dados (que incorpora as necessidades atuais e futuras do negócio).

Segurança acima de tudo O Processo de normalização representa um ponto de contato entre as duas responsabilidades (AD e DBA). A Administração de Dados descobre as dependências funcionais dos dados e fornece à administração de banco de dados um modelo lógico completamente normalizado. O DBA, entretanto, no processo de implementação, poderá descobrir que os dados refletem dependências funcionais adicionais não descobertas durante a modelagem lógica, ou que a implementação física requer passar por cima das regras de integridade referencial. A normalização, portanto, desempenha papéis diferentes nos dois processos de modelagem, e tem que ser coordenada pelas duas funções (AD e DBA).

Então, a Administração de Dados (AD) atua para:

  • obter um melhor conhecimento do contexto de negócio, foco do projeto;
  • projetar adequadamente a base de dados;
  • permitir o compartilhamento dos dados e a integração dos sistemas;
  • contribuir para a unificação da visão que a empresa tem dos dados.

Enquanto a Administração da Base de Dados (DBA) atua para garantir:

  • Recuperação (Recoverability) - Criando e testando Backups. A medida de facilidade e tempo para reparar instalações para o estado operacional.
  • Integridade – Verificando ou ajudando a verificar a integridade dos dados.
  • Segurança – Definindo controle de acesso aos dados.
  • Disponibilidade (Availability) – Oferecendo o máximo de uptime (serviço no ar)
  • Desempenho – Normalizando, indexando, fazendo tunning, etc.
  • Suporte ao Desenvolvimento e Testes – Ajudando aos programadores, analistas e engenheiros a utilizar com eficiência o banco de dados.

A coordenação do conhecimento de administração de dados e administração de banco de dados, seus talentos, papéis e responsabilidades irão capacitar a organização a atingir a meta do gerenciamento adequado de seus recursos de informação.