Carreira: saiba o que as empresas querem de um gerente de projetos

Visão - De acordo com um dos autores do livro Gerenciamento Ágil de Projetos - Aplicação em Produtos Inovadores Edivandro Carlos Conforto, o gerente de projetos deve ter a capacidade de resolver problemas complexos passando sua visão para equipe e se comunicando com todos os envolvidos no processo. "Principalmente com o cliente porque, em projetos inovadores, precisamos ter a visão de que o cliente, o usuário daquele produto, são fundamentais e devem participar do processo".

Conhecimento em gerenciamento de projetos - Antes as empresas valorizavam conhecimento técnico, mas hoje essa qualidade foi superada por esse conhecimento específico. "As empresas começam a encarar o gerenciamento de projetos como uma profissão. Até então, o gerenciamento de projetos era visto com uma coisa intuitiva (...) Além da pessoa ter conhecimento técnico, tem que conhecer sobre gerenciamento de projetos. Tem que saber o que é qualidade, é vital para o sucesso de um projeto", diz Terribili.

Gerenciamento de pessoas - A importância dessa habilidade é comparada com a de um psicólogo, que tem que lidar com diferentes personalidades, interesses e experiências em busca de um objetivo comum, que é a entrega do projeto. O desafio é tornar o ambiente agradável, profissional e sério. "Quem faz o projeto acontecer não é a metodologia, são as pessoas, elas são as responsáveis pela entrega, pelo prazo (...) o gerente tem que ter a habilidade de estimular as pessoas, por isso que é difícil de ser um gerente de projetos. Ele tem que cuidar dos riscos, dos requerimentos, das pessoas, da qualidade, do patrocinador, dos recursos, do cronograma...", afirma Terribili.

Capacidade de gerenciar conflitos - A capacidade de gerenciar conflitos pode ser administrada de várias formas. Apesar de as empresas apontarem o trabalho e em equipe e o gerenciamento de conflitos como características menos importantes, "em gerenciamento de projetos ocorrem muitos conflitos e essa é uma característica que o gerente projetos tem que ter", diz Terribili. Segundo ele, gerenciamento de conflitos não é, necessariamente, ser conciliador. "Às vezes, exige que você seja general e tome uma posição, em outra situação você têm que conciliar, sim".

Trabalho em equipe - Em qualquer projeto o trabalho em equipe é uma característica essencial. O gestor deve valorizar o relacionamento entre os integrantes das equipes com reuniões informais e churrascos para aproximar o time e diminuir a possibilidade de conflitos. "Eu brinco que no orçamento do projeto devem ser incluídas reuniões, churrascos porque isso traz integração, desenvolve o lado do trabalho em equipe", afirma Terribili.

Dar feedback - É importante que o gerente saiba dar feedbacks. Algumas empresas formalizam as tarefas de cada funcionário para que seja verificado o cumprimento das tarefas, além avaliar o trabalho de cada um. Terribili diz que são os pontos positivos e os pontos a desenvolver. "Jamais diga pontos fracos de uma pessoa. Quando dizemos 'ponto fraco', está estabelecido. Se eu digo 'seu ponto a desenvolver é esse', estou passando uma mensagem positiva".

Organização - Especialistas como Terribili consideram preocupante que apenas 8% das empresas valorizem a organização. Para ele, essa é uma das principais características que um gerente de projetos deve possuir. Ele defende a padronização de pastas, sejam eletrônicas ou em papel, além de sistemas de informação adequados. "Não existe mais espaço para aquela coisa pessoal: 'eu faço assim porque eu gosto, porque aprendi assim'. Tem que ter padrão", diz. Ele condena os gerentes que esquecem de reuniões, divulgação de atas, e não sabem o nome de quem trabalha com ele. "Essa coisa do 'sou organizado do meu jeito' não existe mais. Isso é desculpa de uma pessoa que precisa melhorar ".

Capacidade de orquestrar a equipe - Segundo Edivandro Carlos Conforto, saber planejar e delegar projetos não é suficiente. "Além de saber onde quer chegar e conseguir passar isso para a equipe, precisa envolver todos nesse desenvolvimento e planejamento".

Lidar com prazos - É uma capacidade considerada essencial, mas o gerente deve saber lidar diferentes prazos. "Assim como temos projetos com prazo crítico, existem outros que precisam ser gerenciados de outra forma, e o perfil dessas pessoas tem que mudar também, para que daqui a cinco anos tenhamos um produto, um serviço novo que possa atender uma demanda que ainda não existe", afirma Conforto.

Curiosidade - O profissional que gerencia projetos deve ser uma pessoa curiosa e estar em constante processo de atualização, participando de congressos e especializações, para que as novidades em gestão cheguem às empresas, afirma Conforto. "Essa pessoa é a responsável por levar essas novas práticas, novas abordagens, novas formas de gerenciar esses diferentes tipos de projetos para a organização. Ele vai ser a ponte que as organizações precisam para inovar em gestão".

Inovar em rede (Open Inovation) - É a capacidade de encontrar novas ideias através de parcerias. "Eu posso não ter a ideia aqui hoje, mas eu sei quem tem e vou formar uma parceria para que a minha empresa seja uma habilitadora da inovação, ou seja, é inovar em rede".